Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Prato do Dia

O Prato do Dia

Maio 07, 2018

Fernando Zocca

 

 

Reunião a tarde.jpg

 

Não é sensato culpar alguém pelas desgraças que nos acontecem depois de pedirmos, insistentemente, que recaiam sobre os outros.

Pois foi o que aconteceu com o Cinho quando este ainda adolescente, bem amargurado, praguejava contra o trabalho, a saúde e a vida daqueles com quem antipatizava.

Naqueles dias Cinho vagava pela praça central de Tupinambicas das Linhas. Sem ter com o que se ocupar ele percebeu que ao girar a bolsa ostensivamente diante dos grupos de pessoas, formados pelos caminhos do jardim, chamava atenção de alguns homens. Entretanto, depois de um inesquecível fora que recebera de alguém por quem se apaixonara ele, com muita amargura, vaticinou:

- Vai virar empregada doméstica, ah se vai!

Passados alguns anos, numa tarde abafada de sábado, quando tudo parecia imóvel, sem vento e dos pássaros não se ouvia, nem mesmo qualquer piado, com aquela sua visão perfeita, Cinho ao se achegar daquele ajuntamento em balbúrdia, pode ler a manchete do jornal degustado pelo Abdo Minnal, que concentradíssimo, alheio ao zunzunzum da galera falante, mantinha-se absorto no assunto:

O CZAR PUTIN CONTINUA NO PODER APESAR DOS PROTESTOS DO POVO

Helly Copter que acabara de ouvir outra fofoca sem graça do professor Gelino Embrulhano, não continha a impaciência, a ansiedade, pra botar nas mãos as notícias esmeradamente ali contidas no Diário de Tupinambicas das Linhas. Pruridos pelo corpo faziam-no coçar-se nervosamente, ao mesmo tempo em que, a passos curtos, ia e vinha, pra dentro e pra fora, do grupamento.

Osmar Tello, com os braços cruzados sobre o peito, a tudo observava; sem dizer nada, concluiu que não poderia deixar de haver certa desordem mental no inquieto e assustadiço Copter.

- Um debilóide, com certeza – murmurou disfarçadamente Osmar.

Van de Oliveira Grogue, que até aquele momento estivera nas dependências do bar do Maçarico, caminhando lentamente foi-se aproximando do grupo; de longe percebeu a animação vigorosa da turma.

A alguns passos da galera estancou; bateu palmas chamando a atenção de todos. Quando a zoada cessou e os presentes a ele se voltaram disse:

- Olhem nos meus olhos! Quero que todos olhem nos meus olhos.

A curiosidade e a expectativa diluíram-se quando Grogue atordoado pelo efeito da cachaça, apontando, com os indicadores os dois olhos indagou:

- Estão vendo algum cisco aqui?

Não faltaram xingamentos e reações de desprazer. Quando disseram que ele mais parecia um viadinho palmeirense, Cinho, dando um pulinho, com chiliques, destacou-se dizendo:

- Epa! Homofobia aqui não!

Um princípio de desgosto geral ameaçava a harmonia da reunião.

- Calma gente. O que é isso pessoal? Não vamos nos desentender por causa de uns ciscos. É claro: tem besouro que não vê a trave e nem o goleiro diante dele; como quer ver o cisco no olho dos outros? – reagiu Van.  

Amainado o auê, Grogue sentindo sono perguntou ao Abdo Minnal:

- Se vai embora me dê carona. O calo no pé me deixa tonto de dor.

- Eu já estou indo mesmo – respondeu Abdo tirando as chaves do bolso e dirigindo-se à sua caminhonete estacionada defronte ao Banco Português.

Excitadíssimo Cinho apresentou-se:

- Ai, também quero ir. Será que cabe?

Grogue e Abdo Minnal se olharam.

- Sei lá – disse Van de Oliveira.

- Vambora – comandou Abdo.

Na cabine pequena da caminhonete roçavam-se os três corpos.

Durante o trajeto Cinho comentou:

- Vocês não sabem quem precisa de empregada doméstica, que faça pelo menos faxina casual?

- Eu preciso sim – respondeu Abdo. O meu escritório está numa bagunça só. Vamos lá ajeitar as coisas? Vamos Grogue?

- Hãhã.

E lá se foram ao escritório, cuja faxina foi remunerada por Abdo, com o dinheiro reservado ao pagamento da conta de luz.    

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub